Apostilas | Os cinco nãos | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Os cinco nãos

Os cinco nãos

Texto: Filipenses 2:12-16

 

 

Introdução: O Senhor Jesus nos exorta para que jamais venhamos nos entregar ao desânimo (João 16:33). Assim sendo, existe cinco “nãos” apontados pelo apóstolo Paulo para desenvolvermos a nossa salvação, o qual cita alguns desafios inerentes àqueles que abraçam a vida com Cristo. Vejamos quais são estes desafios:

 

 

1. Não pare

 


É comum após algum tempo na Graça de Deus, o nosso corpo querer esmorecer, Isso porque aprendemos por toda a vida a caminhar somente mediante a observações, ou seja, quando estamos sendo observados, temos a tendência de dar o melhor de nós. Mas a palavra cita: “Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor” (v.12). Muitos pensam que somente devem demonstrar sua retidão diante de Deus mediante a vigilância do homem, mas os olhos de Deus estão em todos os lugares.

 


Desenvolva a sua salvação com temor e tremor, isto é, o mesmo que crescer, progredir, aperfeiçoar e avançar na vida cristã. Agora vocês devem ser mais cuidadosos em viver a Graça que resulta do fato de serem salvos. É proibido estacionar. Não pare, avance; infelizmente muitos estão parados na vida cristã.

 

 

2. Não dependa de si

 


Também é comum você ser tão cheio de vitórias na Graça que se esqueça que é Deus que realiza todas as coisas: “porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” (v.13). Deus está trabalhando em nós; Deus opera tanto o querer como o realizar; Tudo Deus opera segundo a sua vontade; É a graça de Deus operando, é o Espírito Santo trabalhando. A nossa força nada faz. É só Deus que pode agir em nós e através de nós.

 

 

3. Não murmure

 


“Fazei tudo sem murmurações nem contendas” (v.14).
Queixas, reclamações, não ficam bem para os filhos de Deus; Um dos pecados de Israel no deserto foi a murmuração, o que levou praticamente a extinção de uma geração; A linguagem do cristão deve ser louvor e  gratidão.

 

 

4. Não apague a sua luz

 


“para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo” (v.15).
De acordo com Fp 2:15, o cristão é luzeiro, um farol; Onde é que o cristão está brilhando? No meio de uma geração corrupta e pervertida! Este texto nos lembra Mt 5:13-16. Deus tem colocado os seus filhos para serem luzes nesta hora caótica, crítica, difícil em que vive a nossa sociedade.

 

 

5. Não perca a esperança

 


“preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente” (v.16). Muitos dizem que perderam a esperança, mas segundo a palavra de Deus, ela nunca pode morrer.

 

 

Conclusão: Praticando estes cinco “nãos”, certamente estaremos agradando a Deus, desenvolvendo  a nossa salvação e levando um bom testemunho o qual fará com que muitos também venham viver a Graça e o Amor de Deus, inclusive seus familiares.

 






Voltar