Apostilas | Buscando equilíbrio | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Buscando equilíbrio

Buscando equilíbrio

Texto: Gálatas 5.16-17

 

Introdução: Você já passou pela experiência de perder o equilíbrio e levar um tombo? Quando perdemos o controle, qualquer que seja a situação, algo desagradável sempre acontece e, às vezes, acaba afetando aqueles que estão por perto. Por isso, manter o equilíbrio é fundamental para quem quer ser bem sucedido.

 

I - FAZENDO A VONTADE DE DEUS.

 

Parece incrível, mas é verdade: nem sempre conseguimos agir da maneira como gostaríamos... Algumas vezes planejamos uma coisa e fazemos outra... Pensamos uma coisa e falamos outra... Sentimos de uma determinada maneira, mas agimos de forma contrária.

 

Por que isso acontece? Que conflito é este que há dentro de nós que nos faz perder o controle... o domínio...o equilíbrio? Vivemos uma verdadeira guerra dentro de nós! Queremos fazer o que é certo, mas bem lá no fundo gostamos de fazer o que é errado. O apóstolo Paulo retratou bem esse conflito quando escreveu: “... não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço”. (Rm 7.18-25).


Este é o conflito da vontade própria X vontade de Deus (Gl 5.17). E quando não conseguimos manter o equilíbrio acabamos agindo fora dos princípios divinos.


Paulo nos orienta que “se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito”. (Gl 5.25). É o Espírito Santo de Deus quem nos ensina o que é certo e o que é errado, e é Ele quem nos concede a força necessária para andarmos no bom caminho. Sim, o Espírito Santo ensina e capacita, mas nós é que temos que andar... Escolher... Decidir. O equilíbrio vem quando usamos o poder de Deus com sabedoria para fazer a escolha certa.

 


Foi assim que Jesus agiu para ser vitorioso. Ele não confiou em si mesmo, mas se deixou guiar pelo Espírito Santo de Deus. Jesus não fez a sua vontade, e sim a vontade do Pai: “... não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai”. (Jo 5.30); não falou as suas palavras, mas falou as palavras d'Aquele que o enviou: “... Os milagres que eu faço em nome do meu Pai falam por mim”. (Jo 10.25). Jesus agiu com perfeito equilíbrio.

 


Só aquele que tem a sua vida controlada por Deus e que deixa ser guiado pelo Espírito Santo, tem o verdadeiro equilíbrio.

 


II - DEIXANDO-SE DOMINAR PELO ESPÍRITO SANTO.

 

Quando entregamos a direção de nossa vida ao domínio e orientação do Espírito Santo de Deus, recebemos uma nova natureza que vai nos ajudar a exercitar o equilíbrio. Deus nos deu a capacidade de sentir alegria quando pensamos e fazemos o que é certo. O conflito entre a vontade própria e a vontade de Deus desaparece e passamos a agir debaixo dos princípios divinos, não por obrigação, mas espontaneamente.

 


Os nossos pensamentos afetam os nossos sentimentos, e os nossos sentimentos influenciam as nossas atitudes. Então, para manter o equilíbrio nas coisas que fazemos, devemos manter o equilíbrio nas coisas que pensamos. “... tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento”. (Fp 4.8).

 


Se, de fato, queremos manter o controle naquilo que pensamos, sentimos e fazemos, devemos encher as nossas mentes com coisas que tragam edificação e firmeza para a nossa vida espiritual.
Precisamos pedir que o Espírito Santo nos ensine a manter o equilíbrio em qualquer situação, do contrário acabaremos perdendo o controle sempre que surgir uma situação difícil.

 


Conclusão: Vida equilibrada só existe quando é Deus quem domina aquela vida. Jesus sabia dessa verdade, e por isso se deixou guiar pela vontade do Pai celestial: “Pai..., não se faça a minha vontade, mas a tua” (Lc 22.42). Deus sabe o que é melhor para você e deseja conduzi-lo a uma vida vitoriosa, alegre e equilibrada. Entregue hoje o seu coração ao Senhor Jesus e deixe ele guiar os seus passos.

 






Voltar