Apostilas | Superando o dia mau I | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Superando o dia mau I

Superando o dia mau I

"Portanto, não vos inquieteis, dizendo : Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal." (Mateus 6: 31-34)

 

 

Você sabe o que é um dia mau? Já teve um dia desses em que nada dá certo? Jesus poderia ter dado uma palavra mais animadora. Dia mau não escolhe dia, nem local e nem pessoa. Pode ocorrer no local do trabalho, em casa, na rua. Em situações das mais diversas, tais como a morte de alguém que amamos; quando o médico dá o diagnóstico positivo sobre a presença de uma doença; quando tiramos o extrato bancário e a conta continua no vermelho; quando o cônjuge diz que acabou e não dá mais; etc. 

 


Há pessoas que estão vivendo dias maus, não apenas alguns dias, mas semanas, meses e até anos.

 

Vivemos uma época muito difícil, aonde os problemas vão se acumulando e cada um vai vivendo seu individualismo, e assim, de tragédia em tragédia, de enxurrada de problemas e de notícias ruins diárias, somos oprimidos e deprimidos todos os dias. Para alguns a vida tornou-se quase que insustentável. A depressão tornou-se a doença mais comum em todas as camadas sociais.

 


Diante disto, vamos neste estudo verificar o que devemos fazer quando enfrentamos o dia mau. E será que há algo que possamos fazer antes, a fim de prevenir ou quem sabe, evitar o dia mau? 

 


Quero compartilhar com você, alguns textos da Bíblia que citam sobre o que fazer quando enfrentamos o dia mau. Primeiramente, vamos analisar como alguns personagens da Bíblia, que de carne e osso como você e eu, enfrentaram o seu dia mau.

 

 

1. Creia que o dia mau é passageiro 

 


Uma tendência nossa é achar que o dia mau vai durar para sempre. Isto não é verdade. Como diz um ditado popular: "Na lotação da vida, DEUS é motorista e tudo o mais é passageiro". Quantos estão vendo seu dia mau se transformar em semanas, meses e anos? Apesar de o tempo algumas vezes conspirar contra nós, devemos ter no nosso coração que o dia mau não será para toda vida. Creio que enquanto o dia mau não passa, devo aproveitar para tirar lições para minha vida. A brevidade ou não do dia mau está intimamente ligada ao meu aprendizado e crescimento no meio de todo o sofrimento.

 

O apóstolo Paulo sabia que o seu dia mau iria passar, pois DEUS havia lhe dito que somente a carga e o navio iriam se perder, mas todos os passageiros seriam salvos. DEUS sempre traz o consolo ao nosso coração, especialmente no dia mau, pois é justamente nestes momentos da vida que queremos que não cheguem, mas se chegarem que passem rapidamente. Ninguém gosta de sofrer, mas devemos ter bom ânimo e não desanimar, pois os sofrimentos vindo da parte de DEUS nos fazem crescer. Romanos 8:18-25: "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." Não somente o dia mau é passageiro como também é tempo de aprendizado e crescimento, e trará mais bênçãos ainda sobre as nossas vidas.

 

 

2. Não fuja como fez Elias

 


Elias estava feliz! Demonstrava o mais puro e divino poder de Deus através da sua vida. Um homem que tinha poder em suas palavras. Enfim, a unção era tão grande sobre Elias, ele estava tão alto, que quando veio o dia mau a sua queda foi muito grande. Por isso o apóstolo Paulo cita que temos que saber ser honrado como humilhado. Elias não sabia nem ser honrado e nem humilhado. Filipenses 4:10-13.

 

Existiram muitos homens de Deus no passado além de Elias que fugiram no momento do dia mau. Jonas, Moisés e Balaão são apenas alguns exemplos de homens que mostraram fracos na hora do dia mau. Jesus cita “...aí daquele que põe a mão no arado e olha para trás.” (Lc 9:57-42)






Voltar