Apostilas | Os sete sacerdócios I | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Os sete sacerdócios I

Os sete sacerdócios I

Introdução: O estudo de hoje tem a finalidade de mostrar quais são os sacerdócios que Deus constituiu e a finalidade de cada um deles. Alguns foram provisórios, pois foram instituídos com o tempo certo de duração, outros entretanto, se tornaram sacerdócios eternos por fazerem parte dos decretos perpétuos de Deus.

O sacerdócio é o poder e a autoridade eternos de nosso Pai Celestial. Por meio do sacerdócio, Deus criou e governa os céus e a Terra. Por meio desse poder, Ele redime e exalta Seus filhos. Ele concede a portadores dignos do sacerdócio a autoridade para administrar as ordenanças de salvação. Todos os filhos do Pai Celestial podem se qualificar para receber essas ordenanças e ter acesso ao poder e às bênçãos do sacerdócio.

Vamos a seguir conhecer os sacerdócios de Deus.

 

I - O SACERDÓCIO DE MOISÉS

 

Receber a Lei e manter o povo Judeu nestes ensinamentos. (Dt 28:15-19)

 

Guiar o povo à terra prometida. (Ex 3:7-8)

 

O fim do sacerdócio de Moisés (Hb 8:1-13)

 

Nota: A lei de Moisés foi instituída por Deus para guiar o povo Judeu a posse da terra prometida.

Era vedada a todo estrangeiro a participação da Lei, pois esta foi criada exclusivamente ao povo Judeu. Ex: (Êxodo 12:43)

Mas por que será que o Cristão nos dias de hoje mistura Cristianismo com Judaísmo?

 

II - O SACERDÓCIO DE MELQUISEDEQUE

 

Receber dízimos e abençoar ao que tinha a promessa (Gn 14:18-24)

 

O sacerdócio de Melquisedeque não tem fim (Hb 6:13-20 e 7:1-3 e 23-24)

 

Nota: O aparecimento de Melquisedeque (Deus) para Abraão, não foi apenas um ato de carinho do Senhor para com esse homem, mas foi o estabelecimento de uma ALIANÇA entre Deus, Abraão e toda sua descendência.

Se nós observarmos bem, Melquisedeque quando apareceu a Abraão trouxe pão e vinho que são os símbolos de uma aliança. Quando Jesus estava para ser crucificado, Ele participou do pão e vinho representando a aliança que Ele faria com o povo.

O ato de dar dízimo e receber que somos abençoados, não foi uma função apenas do Caldeu Abraão, mas foi uma Aliança estabelecida entre Deus e sua descendência. Uma Aliança não pode jamais ser mudada. (Gl 3:15-17). Por isso, que Jacó foi dizimista (Gn 28:22)

 

Conclusão: Nas próximas quartas feiras estaremos aprendendo sobre os demais sacerdócios relatados na bíblia. Declaramos que está mensagem tenha trazido edificação e progresso na Graça de Deus para que você venha se apoderar de uma vida de bênçãos.






Voltar