Apostilas | O poder de uma Oração I | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  O poder de uma Oração I

O poder de uma Oração I

Para recebermos a eficácia da oração, precisamos aprender a orar como convém, pois está escrito:

 

“... pedis e não recebeis, porque pedis mal ...”(Tg 4:3)

 


Portanto, é necessário, antes de tudo, colocarmos a nossa fé em ação e realizarmos as nossas orações crendo de todo o coração. 

 

 

Existem quatro tipos de oração que podemos realizar:

 

 

I Tm 2:1 - “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens...”

 

 

As súplicas são realizadas quando pedimos algo para nossa vida sem saber se é a vontade de Deus. Ex: Jesus no monte disse: - Pai, se queres, passa de mim este cálice, contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua.(Lc 22:42)

 


As orações devem ser feitas para confirmação das promessas em sua vida. Ex. Jesus disse a figueira: - Nunca mais coma alguém fruto de ti. (Mc 11:14)

 


As intercessões devem ser feitas quando oramos em favor do próximo. Ex. Jairo disse: - “Minha filha está à morte; vem, impõe a mão sobre ela...”(Mc 5:21-43)

 


As ações de graças devem ser feitas em todos os momentos. Ex: Jesus multiplica os pães dando graças... (Mt 15:32-39)

 


Na narração sobre a ressurreição de Lázaro (Jo 11:1-45) encontramos estes quatro tipos de oração.

 

 

Tópicos da ressurreição de Lázaro 

 

 

1)    Ao receber a má notícia nunca pense no pior; creia que o que está acontecendo é para a glória de Deus. (Jo 11:4)

 

 

2)    Fique tranquilo (o Sr. Jesus se demorou para ir até Lázaro) Jo 11:6-10

 

 

3)    Mesmo que aparentemente a situação “piore”, continue crendo. (Lázaro já havia morrido há quatro dias) Jo 11:17 

 

 

4)    Tire a pedra = Tire a incredulidade do coração.

 


 Para que o milagre se concretizasse foi necessário tirar a pedra, e quando Marta argumentou ao Senhor a sua incredulidade – Jo 11:39, Ele apenas lhe respondeu:

 


“Não te disse eu que, se creres verás a glória de Deus ?” (Jo 11:40)

 

 

Declaramos, você usufruindo do poder da oração e realizando maravilhas para a glória de Deus.






Voltar