Apostilas | Como conviver com o joio | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Como conviver com o joio

Como conviver com o joio

Introdução: Texto: “...e enquanto o homem dormia veio o inimigo dele e semeou o joio entre os espinhos” (Mt 13:24-30).

 


Introdução: Muitos têm a vida cristã como um livramento de todos os problemas. Acham que ser cristão é simplesmente se livrar de tudo que não presta, sejam maus vizinhos, maus funcionários, falsos colegas, enfim, todos querem se livrar do “joio” que aparece no caminho. Mas como vimos no texto biblico, não dá para vivermos sem o joio.

 


1 – Onde a igreja está plantada? Onde você está plantado?

 


Um dos maiores mistérios bíblicos, está no mistério revelado ao Apóstolo Paulo em Cl 3:12-17 “Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos uns aos outros...”. Talvez você esteja em angústias, sendo confrontado com os seus valores antigos do velho homem, ou sendo levado a renunciar os deleites da alma, a crucificar a carne. Crucificar a carne, inclui conviver com o joio. Você quer fugir, abandonar o barco, livrar-se do incômodo. Um trigo não foge. Planta não foge. Se for retirada do próprio lugar de forma indevida, poderá murchar e morrer. Muitas pessoas abandonam o lar, o emprego, a escola, a igreja, fugindo dos incômodos, dos espinhos.

 


2 – Em tudo há um propósito:

 


O nosso Deus tem controle sobre todas as coisas e você está aí por um propósito e uma direção de Deus (a não ser que a sua situação seja contrária à Palavra de Deus ou um ciclo já tenha se fechado).

 

Cumpra a sua missão, persevere. Analise o que cita o Salmo 92:13-14 – “Os que estão plantados na Casa do SENHOR florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e florescentes”.

 


3 – O trigo é muito diferente do joio:

 


Mostre a diferença onde você estiver. Somos sal da terra e luz do mundo – “Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.” (Mateus 5:13-14)

 


Mostre a beleza cristã, o contraste em relação à vida do ímpio – “E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos, naquele dia que farei, serão para mim particular tesouro; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve” (Malaquias 3:17-18)

 


Conclusão: Tiago nos instrui que as tribulações, desafios, dificuldades vem para o nosso crescimento e fortalecimento. Veja: “Meus irmãos, tende por motivo de toda a alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé; uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.”   (Tiago 1:2-4)

 






Voltar