Apostilas | Como agradar à Deus | Comunidade Cristã Amor e Graça

 
 
  Como agradar à Deus

Como agradar à Deus

Introdução: Noé foi o único homem fiel a Deus que restou da sua geração, foi o segundo “pai” da raça humana; homem justo e íntegro. (É incrível como os homens tendem a se esquecerem de Deus e rapidamente se desviarem dos propósitos de Deus. Na época de Noé, todo mundo vivia para seu próprio prazer, e não para o de Deus – Noé, porém agradava a Deus, certamente fazia Deus sorrir. E porque ele agradou a Deus é que nós estamos vivos. A história de Noé nos dá exemplo de como agradar a Deus. 

 

 

1. AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS

 

– A Bíblia diz que Noé seguia a Deus ininterruptamente e desfrutava de um íntimo relacionamento com Ele – e o que Deus mais quer é ter um relacionamento conosco, ser amigo – por isso não está interessado em sacrifícios, mas no nosso amor. Servi-Lo e adorá-Lo em amor. Tanto que o primeiro e maior mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas. Quando seguimos também o segundo mandamento que é amar ao próximo como a nós mesmos, verdadeiramente agradamos a Deus. Demonstramos isso quando agimos com sinceridade e amor, respeito e ética humana, humildade, solidariedade e companheirismo.

(Lc 10:27).

 

 

2. DEUS SE AGRADA QUANDO CONFIAMOS NELE COMPLETAMENTE

 

– Noé confiou em Deus, mesmo quando não fazia sentido. Pela fé fez o que Deus queria e ordenara.
Quando confiamos em Deus assinamos uma folha em branco e deixamos que Deus escreva a história de nossas vidas e nos faça o melhor. “Confia no Senhor e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do Senhor e Ele satisfará aos desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e o mais Ele fará".

(Sl 37:3-6)

 

 

3. DEUS SORRI QUANDO LHE OBEDECEMOS INCONDICIONALMENTE

 

– Tudo tinha que ser conforme a ordem de Deus – Noé obedeceu completamente e exatamente aquilo que o Senhor havia lhe ordenado. Ele não fez restrições apenas obedeceu. Obediência atrasada é desobediência. A compreensão pode esperar, mas a obediência não. Uma vida obediente a Deus pode lhe ensinar mais sobre Deus que uma vida inteira de discussão bíblica... Davi pedia um coração puro (Sl.51:10) um coração puro não é um coração vazio, mas um coração obediente. (Cl 3:23-25) 

 

 

4. DEUS SE AGRADA QUANDO LOUVAMOS E DAMOS GRAÇAS

 

– É bom receber elogios e agradecimentos sinceros, Deus também gosta. Devemos sempre expressar a Ele nossa gratidão, adoração e amor. Notamos que após o dilúvio Noé ofereceu sacrifício e o nosso sacrifício hoje é louvor e adoração, porque o último sacrifício foi feito lá na cruz (Hb 13:15). O apóstolo Paulo nos ensina que em tudo devemos dar graças porque esta é a vontade de Deus. (I Ts 5:18) 

 

 

5. DEUS SE AGRADA QUANDO USAMOS NOSSAS HABILIDADES

 

– Temos que fazer conforme tudo o que Deus nos deu – constituir família, trabalhar, estudar, etc; enfim sermos seres humanos. Foi para isso que Deus nos fez. Deus não é e nem está indiferente as outras áreas da nossa vida, Ele não se alegra somente quando oramos, lemos a palavra, mas em todos os momentos Deus encontra prazer na sua criação, todas as outras coisas devem ser para louvor Dele. Portanto, lembre-se que tudo que você fizer, deve glorificar a Deus. Será que seu modo de vida tem glorificado a Deus?  Deus nos dotou de maneiras distintas para o seu deleite. Será que você tem empregado as suas habilidades para o reino de Deus? Comece a usar suas habilidades para o prazer de Deus.  

 

 

Conclusão: Deus também tem prazer em ver você desfrutar da criação, deu olhos para você apreciar a beleza da criação, ouvido para apreciar sons, nariz e papilas gustativas para apreciar perfumes e sabores e nervos na pele para apreciarmos o toque – tudo isso para o seu prazer e para sua adoração... Não é a criação maior que seu criador, mas a criação adora seu criador. (Rm 8:18-25)
Quando vivemos a Graça de Deus a pergunta não é mais “quanto prazer eu tenho na vida, mas sim quanto prazer Deus tem em minha vida?” Deus esta procurando “Noés” – pessoas dispostas a viver para o prazer do Senhor. 






Voltar